Couve-de-Bruxelas

Couve-de-Bruxelas é uma verdura pouco conhecida e utilizada no Brasil. O nome em português vem de sua semelhança com uma couve, só que em miniatura. Ela é muito popular na Bélgica, onde provavelmente foi cultivada em larga escala pela primeira vez, e é daí a origem de seu nome.

É da mesma família (brássicas) do repolho, da couve-flor, da couve e da mostarda. A couve-de-bruxelas é uma gema que nasce ao longo do talo da planta, na forma de pequenos repolhos com diâmetro entre 2,5 cm e 4 cm.

Origem do nome Couve-de-Bruxelas

Acredita-se que a couve-de-bruxelas tenha sido cultivada em larga escala pela primeira vez na cidade de Bruxelas, na Bélgica, no século XVI.

O que combina com a couve-de-bruxelas?

Couve-de-bruxelas é um acompanhamento que pode ser bem combinado com um grande número de pratos. Queijos, embutidos e peito de frango são alguns dos mais típicos.

  • Carnes: peito de frango, presunto cru (prosciutto), bacon, carne de porco
  • Vegetais: cenoura, batata, cebola, brócolis
  • Massa: spaghetti
  • Queijo: parmesão, queijos azuis (gorgonzola, roquefort, stilton, etc), cheddar

Como temperar a couve-de-bruxelas?

Vários temperos combinam com a couve-de-bruxelas:

  • Queijos: parmesão, grana ou pecorino ralados
  • Gorduras: manteiga, azeite de oliva
  • Ervas: manjericão, cebolinha, salsa, tomilho
  • Vinagre: aceto balsâmico, vinagre de sidra
  • Embutidos: bacon, pancetta, presunto cru (presunto de parma)
  • Frutos secos: pistache, pinoles, nozes
  • Molho: mostarda, melaço de romã, mel
  • Básicos: pimenta, açúcar mascavo, alho, suco de limão

Como cozinhar a couve-de-bruxelas?

O preparo incorreto da couve-de-bruxelas faz com que este vegetal seja odiado por muitos. Os vegetais crucíferos, como a couve-de-bruxelas, contêm um fitoquímico contendo enxofre chamado glucosinolato, que é responsável pelo odor característico e sabor amargo. Cozinhar demais este vegetal, principalmente através de fervura, intensificará seus sabores amargos e odores desagradáveis. Mas, se preparada corretamente, a couve-de-bruxelas terá um sabor adocicado, que lembra a frutos secos.

Cozimento prolongado não é recomendado para as couves-de-bruxelas, pois o aroma de enxofre ficará cada vez mais forte e desagradável. Cozinhe-as apenas o tempo suficiente para deixá-las macias.

Há várias formas de preparar a couve de Bruxelas: as mais comuns são: cozidas, no vapor, salteadas, grelhadas ou assadas. Também é possível fazer pickles e sopas com a couve de Bruxelas.

Em nossa receita abaixo, recomendamos assar as couves-de-bruxelas no forno à máxima temperatura. Isso reduzirá seu tempo de preparo e a chance de ficar com um sabor e aroma desagradáveis.

Lave as couves-de-bruxelas em água corrente para remover quaisquer detritos. Corte as hastes inferiores, que são duras, e remova quaisquer folhas externas descoloridas.

Para limpar a couve de Bruxelas, você deve retirar as folhas externas (se estiverem amareladas) e uma pequena parte do talo (não exagere para ela não desfolhar).

Como comprar a couve-de-bruxelas?

Couve-de-bruxelas pode ser comprada fresca ou congelada. Caso tenha as duas opções, dê preferência pela couve-de-bruxelas fresca. Tem sabor e textura melhor do que a versão congelada. A versão congelada não pode ser facilmente cortada ao meio, o que dificulta seu preparo, já que será mais difícil dourá-la.

Como é um vegetal bastante duro, é comum escolher unidades com tamanho similar para que todas as unidades cozinhem na mesma velocidade. Outra alternativa é fazer pequenos cortes na couve-de-buxelas para que o calor penetre em seu interior. Também é comum cortá-la ao meio antes de prepará-la.

Como conservar a couve-de-bruxelas

Não lave as couves-de-bruxelas antes de guardá-las. Qualquer umidade pode causar mofo e estragá-las. Lave-as apenas antes de usá-las.

Quando fresca, a couve de Bruxelas dura cerca de 2 a 3 semanas no refrigerador.

Receita de Couve-de-Bruxelas

Nossa sugestão de preparo da couve-de-bruxelas é bastante simples de ser preparada. A couve-de-bruxelas é assada em alta temperatura, envolta em gordura de bacon e azeite. Ao final, temperamos com aceto balsâmico (redução de aceto balsâmico), limáo ou queijo parmesão ralado.

É importante assar em alta temperatura para que a couve-de-bruxelas não fique mole e desenvolva uma casquinha crocante e dourada, sem o odor de enxofre característico do cozimento prolongado.

receita de couve-de-bruxelas assada com bacon

Couve-de-Bruxelas Assada com Bacon

Couve-de-bruxelas assada em alta temperatura para que fique crocante por fora e com um excelente aroma. Usamos a gordura do bacon e um pouco de azeite de oliva, e ao final adicionamos creme balsâmico
Tempo Total 30 mins
RefeiçãoAcompanhamento
CozinhaInternacional
Serve 4 porções

Equipamento

  • Forma de alumínio grande
  • Papel alumínio
  • Assadeira grande

Ingredientes
  

  • 500 gramas de couve-de-bruxelas (fresca)
  • 200 gramas de bacon
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva (depende da quantidade de gordura do bacon)
  • 5 gramas de sal ( 1/2 colher de chá )
  • Pimenta-do-reino (opcional)

Ingredientes opcionais (para finalizar)

  • Creme balsâmico (opcional)
  • Parmesão ralado (opcional)
  • de suco/sumo de limão (opcional)

Instruções de Preparo
 

  • Preaquecer: preaqueça o forno à 220 graus Celsius
  • Forrar a forma: forre a forma com papel alumínio (opcional) e coloque-a dentro do forno para que também seja preaquecida
    forre a forma e preaqueça
  • Fritar o bacon: frite o bacon até que esteja dourado e crocante e tenha liberado bastante gordura
    frite bem o bacon
  • Coar a gordura: separe a gordura do bacon. Reserve o bacon para enfeitar o prato ao final do preparo
    separe a gordura do bacon
  • Lavar: lave bem a couve-de-bruxelas para retirar qualquer resíduo
    lave bem a couve-de-bruxelas
  • Secar: seque bem a couve-de-bruxelas. Se ela estiver molhada, ela irá cozinhar no vapor e ficará muito mole. Queremos que ela fique dourada por fora
  • Cortar o talo: corte o talo, que é duro. Tome cuidado para não cortar demais, pois as folhas irão se soltar
    corte o talo da couve-de-bruxelas
  • Cortar ao meio: corte a couve-de-bruxelas ao meio. Isso fará com que ela fique mais dourada e crocante ao ser assada
    corte a couve-de-bruxelas ao meio
  • Misturar à gordura: mistura a couve-de-bruxelas à gordura do bacon. É importante que todos os pedaços estejam bem cobertos em óleo. Caso haja pouca gordura do bacon, adicione mais azeite
  • Adicionar azeite: recomendamos complementar a gordura do bacon com uma ou duas colheres de sopa de azeite de oliva – depende da quantidade de gordura do bacon. Se a couve-de-bruxelas não estiver bem coberta em óleo, ela irá queimar e seu sabor ficará um pouco amargo
    complemente a gordura do bacom com azeite de oliva
  • Adicionar sal: adicione sal e, se preferir, pimenta-do-reino
    adicione sal
  • Colocar na forma: retira a forma quente do forno e adicione os pedaços de couve-de-bruxelas. Coloque a parte cortada para baixo, para que fique em contato com o calor da forma e fique bem dourada
  • Assar: asse por cerca de 15 a 20 minutos. Fique de olho para que não queime.
  • Retirar do forno: retire do forno quando tanto a parte superior quanto a parte inferior estiverem bem douradas.
  • Temperar: para finalizar, sugerimos utilizar creme balsâmico (redução de vinagre balsâmico), queijo parmesão ralado ou suco de limão – ou uma combinação desses
    sirva com parmesão, balsâmico ou limão
  • Servir: sirva ainda quente

Video

Keywordbacon, couve-de-bruxelas

Couve-de-bruxelas em outras línguas

  • Inglês: brussel sprout
  • Francês: choux de Bruxelles
  • Espanhol: col de Bruselas
  • Italiano: cavoletti di Bruxelles
  • Alemão: rosenkohl