Cuscuz Marroquino

Cuscuz Marroquino (em francês: couscous marocain e em inglês: moroccan couscous) é uma receita preparada com cuscuz de trigo, água ou caldo de legumes ou caldo de frango, manteiga, azeite de oliva e sal.

A origem do cuscuz é incerta. No artigo Couscous and its Cousins, publicado no Oxford Symposium on Food & Cookery1989: Staplefoods: Proceeding, o historiador Charles Perry sugere que o cuscuz tenha surgido entre o século XI e o século XIII.

oxford symposium on food cookery
No artigo Couscous and its Cousins, publicado no Oxford Symposium on Food & Cookery, 1989: Staplefoods: Proceeding, o historiador Charles Perry sugere que o cuscuz tenha surgido no entre o século XI e o século XIII

Ingredientes para o Cuscuz Marroquino

Cuscuz Marroquinho

O cuscuz marroquino é um tipo de massa preparada com água, farinha de trigo e sêmola/semolina. A sêmola/semolina é uma farinha produzida com trigo duro, que é rica em proteínas e usada para fazer massas italianas.

Tradicionalmente, o cuscuz marroquino é preparado manualmente, esfrega-se a farinha de trigo, a sêmola/semolina de trigo e água entre as mãos para formar os pequenos grânulos, cerca de 2 a 3 mm, que são cozidos no vapor.

A versão embalada, facilmente encontrada em mercados dos grandes centros urbanos, é pré-cozida e precisa apenas de alguns minutos de imersão em líquido quente para ficar totalmente cozida.

Cuscuz marroquino da marca italiana Barilla e da marca francesa Tipiak, comercializados no Brasil, e da marca portuguesa Milaneza

Em lojas que comercializam produtos orgânicos/biólogicos, é possível encontrar o cuscuz de trigo na versão semi-integral e integral.

Cuscuz de trigo branco, semi-integral e integral da marca francesa Celnat, comercializados em Portugal

Receita de Cuscuz Marroquino

A nossa receita de cuscuz marroquino é extremamente simples e rápida. Este cuscuz pode ser utilizado como substituto do arroz, acompanhando carnes e legumes cozidos ou assados, ou como base para saladas.

A utilização de caldo de legumes ou caldo de frango aporta muito sabor na receita, pois o cuscuz tem um sabor neutro.

A cebola caramelizada com passas (Tfaya) é um acompanhamento tradicional para qualquer tipo de cuscuz, inclusive os preparados com carne de cordeiro e frango. Há muitas receitas que misturam o gosto salgado e doce, na culinária marroquina.

receita de cuscuz marroquino

Cuscuz Marroquino

Receita preparada com cuscuz de trigo, água ou caldo de legumes ou caldo de frango, manteiga, azeite de oliva e sal.
Preparo 5 mins
Tempo de Cozimento 5 mins
Tempo Total 10 mins
RefeiçãoPrato principal
CozinhaMarroquina
Serve 4 pessoas

Equipamento

  • Balança de cozinha
  • Espátula de silicone ou similar
  • Panela pequena com tampa
  • Faca de chef ou similar
  • Frigideira grande com tampa
  • Tábua de corte

Ingredientes
  

Cuscuz Marroquino

  • 180 gramas de cuscuz marroquino (1 xícara)
  • 240 gramas de água filtrada ou caldo de legumes ou caldo de frango sem sal (240 ml | 1 xícara)
  • 15 gramas de manteiga sem sal (1 colher de sopa)
  • 14 gramas de azeite de oliva (1 colher de sopa)
  • 3 gramas de sal (1/2 colher de chá)

Cebola Caramelizada com Passas | Tfaya (opcional)

  • 500 gramas de cebolas (cerca de 3 cebolas médias)
  • 50 gramas de uvas-passas claras (1/3 xícara)
  • 15 gramas de mel (1 colher de sopa)
  • 15 gramas de manteiga sem sal (1 colher de sopa)
  • 14 gramas de azeite de oliva (1 colher de sopa)
  • 3 gramas de sal (1/2 colher de chá)
  • 1 grama de canela (1/2 colher de chá)
  • 0,5 grama de pimenta-preta/pimenta-do-reino (1/4 colher de chá)
  • de cúrcuma/açafrão-da-terra (1/8 colher de chá)

Instruções de Preparo
 

Prepare o Cuscuz Marroquino

  • Prepare os ingredientes (mise en place): separe todos os ingredientes e meça-os, deixando-os devidamente prontos para o início da receita. Esta etapa é importante para o sucesso da sua receita, pois evita surpresas no meio do processo.
    cuscuz marroquino
  • Aqueça a água filtrada ou o caldo: em uma panela pequena, coloque a água filtrada ou o caldo, a manteiga sem sal, azeite de oliva e sal. Aqueça a mistura em fogo médio até ferver. Desligue o fogo.
    Caso o caldo de legumes ou frango seja salgado, não adicione o sal.
    cuscuz marroquino
  • Adicione o cuscuz marroquino: após desligar o fogo, adicione o cuscuz e mexa delicadamente. Tampe a panela e deixe descansar por 5 minutos ou até que o cuscuz tenha absorvido todo o líquido.
    cuscuz marroquino
  • Retire o vapor: após os 5 minutos de descanso, abra a tampa e solte os granulos do cuscuz com o auxílio de um garfo.
    cuscuz marroquino

Prepare a Cebola Caramelizada com Passas | Tfaya (opcional)

  • Prepare os ingredientes (mise en place): separe todos os ingredientes e meça-os, deixando-os devidamente prontos para o início da receita. Esta etapa é importante para o sucesso da sua receita, pois evita surpresas no meio do processo.
    Descasque e corte as cebolas em fatias média ou grandes. Não corte em fatias finas pois elas diminuirão muito de tamanho.
    cebola caramelizada com passas
  • Aqueça o azeite de oliva e a manteiga: em uma frigideira grande, aqueça o azeite de oliva e a manteiga sem sal, em fogo baixo, até que a manteiga derreta.
    cebola caramelizada com passas
  • Adicione todos os ingredientes: quando a manteiga derreter, adicione a cebola, as uvas-passas, o mel, o sal e a pimenta-preta/pimenta-do-reino, a canela, a cúrcuma/açafrão-da-terra. Misture os ingrediente, tampe a panela e cozinhe por cerca de 5 minutos.
    cebola caramelizada com passas
  • Cozinhe a cebola: após o cozimento de 5 minutos, retire a tampa, e continue a cozinhar em fogo baixo, por cerca de 40 a 45 minutos. Aos poucos a cebola ficará com uma cor marrom-dourada e um sabor bastante adocicado. Se o fundo da frigideira começar a queimar, adicione uma colher de água e raspe o fundo.
    cebola caramelizada com passas
  • Sirva o Cuscuz Marroquino com a Cebola Caramelizada com Passas!

O que comer com Cuscuz Marroquino

O cuscuz marroquino é geralmente servido com carnes assadas ou cozidas, principalmente de cordeiro e frango, e legumes assados ou cozidos. O importante é que o acompanhamento tenha um caldo ou molho, pois o cuscuz é um alimento seco como a farofa ou o arroz branco simples.

É possível também utilizá-lo como base de saladas no lugar da quinoa ou trigo para kibe/bulgur/triguilho, como na salada tabule.

Preparou esta receita? Gostaríamos de vê-la! Publique a sua foto no Instagram e marque @cozinha_tecnica